sexta-feira, 6 de setembro de 2013

O Diário de Renesmee IV: Capítulo 13 - Parte I

O Diário de Renesmee IV' é a continuação da fanfic ‘O Diário de Renesmee’ 'O Diário de Renesmee II e III', e não tem nenhuma ligação com as mini fanfics ‘Tudo o que você sempre quis saber da Família Cullen’ ‘Emmett ensina travessuras a Nessie’.


É indicado que antes de ler esta fanfic você já tenha lido 'O Diário de Renesmee I''O Diário de Renesmee II' e 'O Diário de Renesmee III'.

Sobre os erros de português : Pedimos desculpas pelos erros de português que encontrarem na fanfic e fazemos o máximo possível para arrumar esses erros. Porém, como ninguém é perfeito, pode ser que ainda tenha alguns erros na fanfic.

Sobre ser lançado um livro com a fanfic: A fanfic é baseada na história da Stephenie Meyer e os direitos autorais são todos dela. Não podemos lançar um livro com a fanfic e não temos intenção nenhuma de fazer isso.

Sobre os capítulos : Os capítulos serão postados por semana, e qualquer imprevisto avisaremos nas redes sociais.

Abraços,
Anielle, Melissa e Dhayane.


Capítulo 13
Recomeço
Narrado por Renesmee e Tyler


Clique aqui se quiser relembrar o último capítulo!




Narrado por Tyler  Matthew

Tudo estava muito confuso na minha cabeça, Nessie teve que se afastar da cidade por causa de tudo que tem acontecido. Jacob foi sequestrado, o meu irmão sumiu e Nessie está longe, mas minha vida não pode parar!

- Minha vida tem que continuar! - sussurrei para mim mesmo tentando me convencer daquilo enquanto saia do banho. Me vesti rapidamente, peguei minhas coisas e fui para a Universidade. Eu estava faltando há muitos dias e precisava pensar em outras coisas. Cheguei ao prédio principal e recebi olhares e percebi cochichos. Havia muitos comentários rolando. Falavam que Nessie estava nem aí e havia viajado sem nem se importar com o marido, que eu estava tendo um caso com ela e que eu mesmo havia sequestrado-o para ficar com ela. Eu não suportava essas pessoas. A família e os amigos de Jacob passando por uma dor tamanha e eles fazendo fofocas sobre isso, deixando tudo pior. Eu nunca tive nada além de amizade com a Renesmee, e eu sempre gostei muito de Jacob. São meus amigos, mas parece que as pessoas não ligam pra isso... Logo chegou uma garota da minha turma:

- Cadê a Renesmee? - Perguntou ela com um sorrisinho. Eu a ignorei e segui meu caminho, até ver um rosto amigo: Yan. Ele era meu amigo desde a alfabetização, mas nos afastamos porque ele está no último semestre do curso, então não estamos na mesma turma e ele além de fazer faculdade, trabalha. Nos afastamos por causa de nossas vidas agitadas, mas permanecemos amigos.

- Finalmente está de volta, amigo... - falou ele com um sorriso amigo que me fazia sentir mais confortável. Eu sorri em resposta e me sentei junto a ele.

- Como estão as coisas? Eu fiquei sabendo que aconteceu alguma coisa com amigos seus e com seu irmão, mas não sei direito o que aconteceu e com quem. Percebi que você estava na boca de toda a faculdade! Mas você sabe como eu sou desligado e não percebo as fofocas, né?!

- Pois é. Meu irmão roubou um colar de uma amiga minha e foi preso, depois que saiu... Bem, ele desapareceu. 

- Eu sinto muito!

- Na verdade, isso não é nada! Teve ainda os meus amigos.

- O que aconteceu?

- Essa amiga de quem meu irmão roubou o colar é nossa vizinha. E ela é casada. Bem... O marido dela foi sequestrado durante o baile na faculdade. Ela viajou porque não aguentava mais os comentários do pessoal. E agora não conseguimos falar com ela.

- Oh meu Deus! Que Ele abençoe essa família. - falou ele e voltou a atenção para o livro. Depois ele viu a hora e se despediu.

- Eu já tenho que ir. Espero que tudo se resolva, amigo! Nos vemos depois... - disse ele e saiu.

Eu fui para a biblioteca e peguei com uma colega de classe todo conteúdo que eu havia perdido e fui para a aula. Quando terminou, sai sem prestar atenção nos olhares e comentários  Chegando ao meu carro, encontrei meu irmão.

- O que faz aqui?

- Vim ver você! Parece que você se deu bem com a vadia que me denunciou.

- Não fala assim de Renesmee!

- Bem, agradeça a mim por ter levado o maridinho dela! - falou ele com um sorriso irônico.

O meu mundo girou, era Marcus, meu irmão que havia causado tudo aquilo para Renesmee e a família deles. Foi ele que sequestrou Jacob. 

- Onde ele está, Marcus? - Vociferei planejando ir buscá-lo

- Não posso te dizer, maninho... - Ele falou e eu sai de perto dele para ligar para Renesmee, mas ela não atendia.

[...]

Narração de Marcus Matthew

Eu contei para meu irmão o que tinha feito porque achava que ele tinha se dado bem com a Renesmee... Que ele tinha mudado, mas não! Ele continuava o mesmo mariquinha de sempre. Eu vi que ele tentou ligar para a amiguinha para falar que sabia quem havia sequestrado o maridinho dela.

- Desculpa, maninho! Mas ninguém pode saber do meu segredo. - Sussurrei sozinho enquanto cortava um pneu do carro dele.

[...]

Narração de Tyler Matthew

Não podia ser meu irmão, ele não poderia ter feito isso! Me sentia triste, decepcionado, magoado, aliviado por ter noticias de Jacob e confuso. Entrei no carro ignorando Marcus. Eu estava em alta velocidade e estava chorando quando percebi um dos pneus falhando, mas não consegui frear. Logo a frente existia o rio da cidade.



Narrado por Renesmee Black

Quando acordei, ainda estava no carro indo para casa. Tudo parecia muito confuso, como se fosse um pesadelo, e minha cabeça doía talvez porque desmaiei duas vezes.

- Como você se sente? - Leah perguntou olhando para mim.

- Confusa.

- Eu quis dizer fisicamente.

- Tudo dói.

- Estamos chegando na sua casa. Carlisle vai cuidar de você. - Sam, que estava dirigindo, me explicou.


Chegamos em casa e a reação desesperada do meu pai em me tirar do carro e me levar até Carlisle o mais rápido possível me deixou com a sensação que eu estava encrencada. O meu argumento seria dizer que ele faria exatamente a mesma coisa pela minha mãe. Arranquei um sorriso do meu pai com esse pensamento, pelo menos isto.

Até que não doeu alguns pontos que eu levei e a bala retirada do meu corpo pelo meu avô. Ele me deu algum remédio para dor que me fez ficar grogue, e mesmo assim eu tentava explicar o que tinha acontecido. Se é que alguém entendia as palavras que saiam da minha boca.


Acordei não sentindo minhas pernas, e depois virei para o lado e encontrei minha mãe velando meu sono. Ela parecia mais velha, talvez pela sua expressão preocupada.

- Oi, mãe.

Ela me abraçou com cuidado, tentando não me machucar.

- Você está sentindo alguma dor?

- Agora não. - Respondi.

- O que foi que aconteceu exatamente?

Assim que ela fez esta pergunta, meu pai entrou quase voando no quarto e eu contei aos dois o que tinha acontecido e como tínhamos resgatado Jacob. Minha mãe suspirou ao saber que Marcus estava morto e quando contei esta parte da história lembrei que Tyler tinha morrido.

- Mãe, o Tyler... - Não consegui terminar sem as lágrimas escorrem pelo meu rosto. Meus pais me abraçaram, mas eu estava machucada demais para parar de chorar.

Tyler foi o meu primeiro amigo humano. Alguém que sempre me deixou tranquila e despreocupada. Que me fez me sentir uma pessoa normal. Ele era animado e sempre me fazia rir. Eu sempre gostei dele e não iria parar de achá-lo uma ótima pessoa agora que ele estava morto. Ele merecia mais elogios quando estava vivo, e eu não pude fazer isso. Esse pensamento fez meu coração partir e a dor interna era tamanha. Como eu voltaria a Universidade sabendo que ele não sentaria mais comigo e com Jacob no intervalo?


As horas passaram rápido demais desde que cheguei a minha casa. Minha família tentou me distrair como se nada tivesse acontecido, mas eu disse que queria ficar sozinha. Meus pais concordaram, então mandaram meus tios e meus avós embora e ficaram me consolando. Tentei explicar para meu pai que eu não estava bem, que foi minha primeira luta agressiva com humanos e que não importa o que eles tivessem feito, eu não tinha o direito de machucá-los. 

- Eu entendo o que você fez, Nessie. - Ele me disse. - A culpa é eterna, não vou te enganar, mas tenho certeza que você fará mais bem do que mal em toda sua vida.


Jacob chegou carregado pelos seus amigos e foi colocado no nosso quarto de hóspedes. Meu avô foi cuidar dele e me pediu para esperar na sala junto com os outros. Eu e minha mãe fomos a cozinha preparar algum lanche para os rapazes que deviam estar morrendo de fome. Eu não conseguia me concentrar em preparar pães, ovos e bacon para o meninos, portanto minha mãe me mandou de volta sala, o que foi pior porque minha mãos estavam vazias e minha cabeça ainda mais cheia.

- Ele está livre agora, Nessie. - Meu avô anunciou. Eu dei um beijo em seu rosto e o agradeci por cuidar de meu marido.

Entrei no quarto esperando encontrar Jacob debilitado, e tudo o que eu encontrei foi um Jacob mal-humorado e bravo.

- Oi, amor. Como você está se sentindo? - Tentei passar a mão no cabelo dele, mas ele me impediu.

- Como você acha que eu estou, Renesmee?

Ele disse o meu nome com secura e eu me perguntei o que havia feito de errado.

- Eu acho que você precisa descansar. - Respondi.

- Você quase me deixou louco. Você quase se suicidou e quase me matou também. Esperava que você fosse mais inteligente.

- O que? - Me assustei com a sua revolta. - Não estou te entendendo, Jacob.

- A questão é que você fez uma loucura. Podia ter morrido nas mãos de Marcus ontem e me fez matá-lo.

Eu olhei para ele incrédula. Minha única intenção foi salvar a vida dele e livrá-lo de Marcus e parece que ele gostaria de ficar lá.

- Mas eu não morri. Salvei sua vida, Jacob Black, e acho que você está sendo muito ingrato comigo.

- Devia ter salvado a sua vida em primeiro lugar.

- Você gostaria que eu tivesse te deixado lá? - Eu estava gritando agora, irritada.

- Não, mas não gostaria de ver você se arriscando para me salvar.

Eu ri, irônica.

- Ah, é claro! Todos vocês podem se arriscar para me salvar, menos eu. Sempre vou ser a frágil garotinha que não é considerada uma vampira poderosa e sempre vou ter que ficar em casa, enquanto todos curtem a ação.

- Cale a boca, Renesmee! - Jacob gritou. - Sempre nós arriscamos porque amamos você!
E você acha que eu fiz isto por quê? Por que eu queria me exibir?

- Você poderia ter pedido a ajuda de sua família.

- Eu pedi ajuda da sua família, Jacob.

- E machucou Leah e meus amigos também. Colocou a vida deles em risco.

- Eu só pedi a ajuda deles porque eles conhecem você, amam você e se preocupam com você o tanto quanto eu me preocupo!

- E quanto a sua família?

- Eles também amam você, Jacob, mas eu não queria envolvê-los nisso. Seria arriscado demais e eles já possuem muitas explicações para dar.

- Acho que você esqueceu de que a sua família não morre nas mãos de um humano, já a minha...

- Cale a boca, você, Jacob! Não pedi para ninguém ir comigo te salvar! Leah foi porque ela quis.

Bati a porta e fui embora correndo para meu quarto chorar. Nunca esperaria uma reação assim de Jacob. Ele voltara uma pessoa totalmente diferente depois do sequestro e eu não sabia mais com quem eu estava lidando.

PARA VER TODOS OS CAPÍTULOS DESSA FANFIC, CLIQUE AQUI



                                                         Atenção!
Se você ainda não curtiu a nossa página no Facebook, curta aqui. E caso queira ser notificado quando postarmos um novo capítulo, siga a imagem abaixo e clique em 'Obter Notificações'.



Seu comentário é muito importante para nós, deixe sua opinião!

12 comentários:

  1. Muito legal,eu amo essa fic.Continuem assim!

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Olá, Jade!

      Ainda estamos escrevendo e não posso te dizer uma data exata, mas se você quiser posso te avisar assim que sair via e-mail ou você pode curtir nossa página no facebook :)

      Beijos

      Excluir
    2. Jade, acabei de postar a parte II deste capítulo > http://everythingabouttwilighttd.blogspot.com.br/2013/11/o-diario-de-renesmee-iv-capitulo-13.html#more

      Beijos

      Excluir
  3. kde a atualização do doida pra continuar lendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não saiu o próximo capítulo, mas estamos trabalhando para que saia o mais rápido possível!

      Excluir
    2. Acabei de postar a parte II deste capítulo, beijos > http://everythingabouttwilighttd.blogspot.com.br/2013/11/o-diario-de-renesmee-iv-capitulo-13.html#more

      Excluir
  4. Ficou muitoestou ansiosa para ver o próximo capítulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acabamos de postar o novo capítulo > http://everythingabouttwilighttd.blogspot.com.br/2013/11/o-diario-de-renesmee-iv-capitulo-13.html#more

      Beijos, Camilla!

      Excluir
  5. oi
    eu adoro o seu trabalho, mas quando vai sair o proximo capitulo? estou super ansiosa
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, muito obrigada <3

      Acabei de postar o novo capítulo > http://everythingabouttwilighttd.blogspot.com.br/2013/11/o-diario-de-renesmee-iv-capitulo-13.html#more

      beijos

      Excluir

Pedimos que comentem suas opiniões, críticas e ideias com o devido respeito, ou seja, sem palavras obscenas ou grosseiras. Caso contrário, seu comentário será deletado.

Sintam-se a vontade para perguntar e tirar suas dúvidas sobre qualquer postagem do blog. Se quiser que uma resposta de volta, deixe seu e-mail. Abraços!